4 Receitas Leves Para o Jantar

GoldChef

Quando o assunto é dieta, muitas vezes o jantar é deixado de lado. Erro drástico de quem quer emagrecer. Afinal, o ideal é nos alimentarmos de três em três horas.

O alimento é nossa fonte de energia e nosso metabolismo precisa de estímulo para manter-se em funcionamento, mesmo em um ritmo mais lento. Portanto, a alimentação noturna é essencial.

No período da noite, nosso metabolismo tende a ser mais lento pelo simples fato de estarmos em um ritmo mais lento e em menor atividade. Porém, sendo realizada de maneira correta, a alimentação noturna pode até contribuir para uma dieta saudável e balanceada.

A salada aparece como forte aliada da dieta, em especial as folhas verdes, devido à baixa ingestão de calorias e gorduras, contribuindo, assim, com a tão desejada meta de peso ideal. Tenha muito cuidado com as saladas, pois muitas, principalmente as servidas em restaurantes, são feitas à base de molhos supercalóricos, como o de parmesão e o de quatro queijos. Vale ressaltar, também, que para quem está em uma dieta restritiva aos carboidratos, os croutons não são tão inofensivos quanto parecem.

croutonscroutons

A mesma atenção merecem os lanches naturais. Salames, molhos gordurosos e maionese caseira são bombas calóricas nada saudáveis.

Dicas

A sugestão para o final do dia é ingerir alimentos com menor valor calórico, sem gordura, de fácil digestão e com menor teor de sódio e açúcar.

O horário da última refeição também é muito importante, sendo o ideal até às 20h30min, horário em que o organismo ainda apresenta atividade relativamente alta. Para aqueles que mantêm um padrão para dormir e acordar com horários diferenciados, trabalhando à noite, por exemplo, essa refeição deve ser feita com, no mínimo, 3 horas de antecedência ao sono, tempo suficiente para o organismo ter uma digestão completa.

Para quem consome 2.000 calorias por dia, o jantar ideal deve conter apenas 400 calorias.

Então, o que devemos comer no jantar?

Para quem está seguindo uma dieta equilibrada e restritiva, uma saladinha crua, torradas, chá ou uma sopa de frango com legumes são opções para evitar aquela sensação de mal estar antes de dormir. Separamos algumas ótimas receitas leves para o jantar. Confira!

Sopa Creme de Abóbora e Cenoura

A sopa é um prato saudável, que apresenta baixo teor calórico e uma variedade grande de nutrientes. Para que a sopa fica mais nutritiva e completa, precisa conter os três principais grupos de alimentos: o dos grãos, cereais e pães, alimentos ricos em proteínas e legumes e verduras, excelentes para o bom funcionamento do organismo.

Ingredientes:

  • 700 gramas de abóbora;
  • 2 unidades de cenoura;
  • 1 unidade de cebola roxa;
  • 1 unidade de caldo de frango em cubo;
  • 100 gramas de filé de frango;
  • 1 colher (sopa) de cebolinha verde;
  • 2 litros de água.

Modo de preparo:

Desfie o frango grelhado e reserve-o.Higienize a abóbora, a cebola e as cenouras, reservando-as também.

Cozinhe tudo, menos a cebolinha, em uma panela com aproximadamente 1 litro de água.

Após cozido bata tudo no liquidificador ou no mixer, se preferir. Coloque a mistura em uma panela, acerte o sal (se necessário) e leve a sopa creme ao fogo por mais 20 minutos. Sirva-a decorada com creme de soja ou creme de leite e cebolinha.

mixer,mixer,

Salada de Pepino com Manga

Depois do final de semana, carregado de estripulias e fugas às escondidas da dieta, uma salada fresquinha e bem preparada é uma ótima e leve opção para o jantar. Na hora de preparar a salada, lembre-se que quanto mais colorida e variada, mais saudável será a sua refeição.

Ingredientes:

  • 500 gramas de pepino (2 pepinos);
  • 350 gramas: Manga;
  • 4 colheres (sopa) de iogurte natural desnatado;
  • 2 colheres (chá) de mostarda (pode ser mostarda com grãos);
  • 300 gramas de alface crespa roxa;
  • 1 colher (sopa) de caponata (antepasto) de berinjela;
  • 6 unidades de ovo de codorna.

caponatacaponata

Modo de preparo:

Cozinhe os ovos de codorna, deixe esfriar e retire as cascas. Reserve-os. Em seguida, higienize os pepinos, a manga e as folhas de alface. Tire a casca dos pepinos e corte em tiras finas, não utilize o miolo, descasque a manga e corte em fatias finas, rasgue as folhas de alface. Reserve.

Misture o iogurte com a mostarda e depois junte o pepino, misturando bem.

Em um prato ou saladeira distribua as folhas de alface, coloque o pepino ao centro, ao lado a manga e os ovos de codorna, e por cima do pepino coloque a caponata de berinjela. Ou disponha como preferir. E para finalizar, coloquesal e limão a gosto.

caponatacaponata

Lasanha de Abobrinha com Frango

Com algumas alterações nos ingredientes da lasanha, o prato fica mais saudável e com poucas calorias, podendo ser consumido durante a última refeição do dia.

Sem deixar de ficar saborosa, a lasanha fica mais leve se for feita com massas integrais e o recheio pode ser de abobrinha, fonte de betacaroteno. Para incrementar o prato com fibras, salpique farelo de linhaça na lasanha.

A receita abaixo é muito saborosa e muito leve, pois a abobrinha substitui a massa e apresenta uma deliciosa crosta de frango e queijo na cobertura. Além disso, a ausência da massa diminui o teor de carboidratos e de colesterol.

Ingredientes:

  • 700 gramas de abobrinha;
  • 2 xícaras de molho de tomate caseiro;
  • 400 gramas de peito de frango grelhado
  • 100 gramas de queijo mussarela light;
  • 100 gramas de queijo fresco light;
  • 1 colher (sopa) de orégano desidratado;
  • 1 colher (sopa) de manjericão fresco ou basílico.

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 200°C e higienize a abobrinha e o manjericão. Tire as extremidades da abobrinha, corte-a em fatias no sentido do comprimento e separe as folhas do manjericão. Reserve em um recipiente a parte.

Tempere o frango da forma habitual, grelhe e depois triture no processador, reserve uma parte para cobrir a abobrinha, pois fica uma crosta crocante.

Cubra o fundo de um refratário com um pouco de molho de tomate, salpique o frango, os queijos ralados na hora, orégano e manjericão.

Distribua uma camada de abobrinha e em seguida um pouco de molho, salpique o frango, os queijos, orégano, manjericão, repita até terminar a abobrinha.Finalize a lasanha com os queijos e o frango, podendo regar com um fio de azeite.

Leve a lasanha de abobrinha ao forno por 35 minutos, quando começar a dourar finalize com o grill do forno por 10 minutos, (se não tiver grill deixe até finalizar o tempo, 45 minutos ou até ficar dourado).

Omelete de Pão

O ovo é uma boa fonte de proteínas e a gema possui antioxidantes que trazem benefícios para a saúde e, graças à vitamina B,ajuda a controlar a ansiedade. Mas nada de ovo frito ou cozido para o jantar. Uma omelete leva apenas um ovo e três gemas, é bem prática, rápida e muito mais saudável.

Ingredientes:

  • 4 unidades de ovos;
  • ½ unidade de cebola ralada;
  • ½ unidade de pimentão vermelho;
  • 2 unidades de pimenta in natura picada;
  • 100 gramas(4 fatias) de pão de trigo integral;
  • 1 colher (sopa) de azeite de oliva;
  • ½ unidade de tomate maduro limpo;
  • 1 unidade de dente de alho.

Modo de preparo:

Higienize o tomate, a cebola, o pimentão e reserve-os. Triture as fatias de pão de forma integral amanhecido no processador. Pique meio tomate e reserve. Bata os ovos até espumarem, reserve.

Numa omeleteira ou outra frigideira antiaderente, aqueça o azeite e doure a cebola e o alho. Em seguida misture os ovos, o tomate, o pimentão, as pimentas (se quiser), o sal (a gosto), junte o pão e misture.

Após a omelete pronta, decore a seu gosto, acompanhe com uma salada de alface, rúcula e frutas tropicais.

GoldChef Veja como centenas de brasileiros estão cozinhando de forma saúdavel e estão inovando a forma de cozinhar com a íncrível panela: GoldChef funciona !!!

Septoplastia Cirurgia de Desvio de Septo – Como é feita, Detalhes

Pascal, filósofo e matemático francês, famosamente comentou, para exemplificar o papel do acaso nos assuntos humanos, que, se o nariz de Cleópatra fosse um pouco menor, o mundo teria seguido um caminho completamente diferente. A pergunta é: e se ela tivesse feito uma cirurgia de desvio de septo? Este tipo de indicação médica serve tanto para os casos estéticos como quem tem problemas respiratórios.

Evidentemente, nem todos os narizes têm a importância histórica do de Cleópatra, rainha egípcia, amante de César e de Marco Antônio. Mas, ainda assim, eles têm importantes papéis funcionais e estéticos. Não é, pois, de espantar que a ciência médica tenha criado intervenções cirúrgicas que permitem melhorar a obra da natureza ou do acaso (em casos como acidentes).

Entre as cirurgias mais comumente feitas no nariz estão a cirurgia de correção de septo nasal, a septoplastia, e a de correção das conchas nasais, a turbinectomia. Essas cirurgias visam diminuir a dificuldade de respirar ou até como uma cirurgia plástica para a correção da estética. Veja a imagem abaixo, como além de melhorar os sintomas pode deixar a face mais simétrica.

Desvio de septo nasal Quando fazer cirurgia?

O septo nasal é uma estrutura que separa a narina direita da narina esquerda. Ela é formada por ossos e cartilagem e, como o resto do interior do nariz, é revestida de um tecido chamado mucosa nasal. Em algumas pessoas, o septo é torto, o que é chamado de desvio de septo. O desvio é um problema que pode ser apenas estético ou de saúde, dificultando a respiração e agravando os sintomas da rinite e sinusite, por exemplo.

Além de, em certos casos, comprometer a harmonia estética desta parte do corpo, essa condição pode causar problemas respiratórios, pois ela restringe o espaço para passagem de ar em uma das narinas. Trata-se de uma das mais comuns causas de obstrução nasal. É o desvio que impede que muitos pacientes respirem de forma adequada, comprometendo o bem estar. A Academia Brasileira de Rionologia diz que 20% dos brasileiros sofrem com esse mal.

O desvio de septo pode ser identificado por um otorrinolaringologista, que usa o espéculo nasal, instrumento que lhe permite estudar o interior do nariz do paciente. Mesmo que não seja aparente por fora, o desvio é facilmente identificado com o uso do aparelho. Entre seus possíveis sintomas, estão além de dificuldades respiratórias (inclusive em manifestações como a apneia do sono e respiração pela boca), ronco, pigarro e dores nos seios paranasais. Em alguns casos respirar pelo nariz com as duas narinas é completamente inviável, já que as fossas nasais podem ficar muito obstruídas.

O desvio pode ser congênito,  manifestar-se durante o processo de crescimento dos ossos da face ou pode ser produzido por acidentes, inflamações, processos alérgicos e cirurgias. A septoplastia é recomendada para resolver o problema do desvio de septo. No primeiro caso, a correção do desvio pode ser feita no final da adolescência. Em crianças a necessidade cirúrgica pode aparecer após o crescimento.

Quando a cirurgia é só uma questão estética, sem ter problemas claros de assimetria no septo o nome do procedimento é outro, chama-se rinoplastia (confira aqui detalhes). O procedimento está também relacionado ao desvio e cirurgias dessas podem causar uma maior satisfação do paciente com sua própria aparência. O septo não necessariamente causa os sintomas que afetam a saúde, então é feita a cirurgia, dependendo do grau do desvio, para que o rosto se torne mais harmonioso.

Cirurgia de septoplastia e turbinectomia Como é feita?

Como dito acima, as cirurgias realizadas para corrigir o desvio do septo nasal e corrigir a hipertrofia das conchas nasais são chamadas, respectivamente, septoplastia e turbinectomia. Essas duas operações podem, quando as duas condições coexistirem no mesmo paciente (o que é comum), ser associadas: ao procedimento resultante, chama-se cirurgia de septoplastia e turbinectomia.

O septo nasal  é revestido pela mucosa nasal, a qual tem que ser erguida, de maneira a permitir o exame do septo e a localização e avaliação das anomalias que apresenta. Depois que seções do septo nasal são remodeladas ou extraídas, a mucosa nasal é colocada no lugar e suturada.

A turbinectomia, por sua vez, consiste na remoção do excesso de concha nasal. Isoladamente, a cirurgia não costuma levar muito mais do que meia hora. A combinação com a septoplastia costuma durar cerca de uma hora e meia. A cirurgia de septoplastia e turbinectomia é feita  com anestesia geral e realizada em hospital. A cirurgia do septo nasal pode causar hematomas na face, que duram poucos dias. Os pacientes costumam ser liberados irem para suas casas no mesmo dia da cirurgia, a não ser que ocorra alguma complicação

Cabe ao médico definir quais os cuidados pré-operatórios a serem tomados pelo antes do procedimento cirúrgico. Entre os mais costumeiros estão o jejum nas oito horas que precedem a cirurgia (incluindo abster-se de água), comunicar ao médico qualquer medicamento que esteja usando (especialmente anticoagulantes), levar um parente ou amigo para acompanhá-lo e levar consigo os exames que foram solicitados pelo médico.

Costuma-se exigir uma avaliação anestesiológica além de exames pré-operatórios, que variam dependendo do paciente. Entre os exames mais comumente solicitados no período que precede a cirurgia, estão o coagulograma e o hemograma. É importante fazer todos os exames para averiguar se não há fatores que podem causar complicações.

Confira abaixo o passo a passo de como é feito a cirurgia. Cuidado, as imagens podem ser fortes!

Pós-operatório Dói? Quanto tempo dura?

Após a realização da cirurgia, o paciente chega a seu quarto lúcido e fica na clínica por volta de 2 horas. Se não surgir nenhum imprevisto, o paciente pode, depois desse período, voltar para sua casa. Você pode sentir dificuldade na respiração. É a obstrução causada pelos curativos nas fossas nasais, que serão removidos após aproximadamente 15 dias da cirurgia.

Avanços técnicos, como a introdução no procedimento de endoscópios e câmeras, facilitaram a visualização das estruturas envolvidas no procedimento e tornaram dispensável na maior parte dos casos o uso, no pós-operatório de tampão nasal, recurso que acrescentava incômodo a esse período.

Cabe ao médico estabelecer quais os cuidados a tomar no pós-operatório, mas, entre os mais frequentemente prescritos, podem ser mencionados não sair de casa até a primeira volta ao consultório, guardar repouso absoluto (preferencialmente, deitado com cerca de três travesseiros), evitar atividades como assoar o nariz, abaixar a cabeça, comer comidas quentes ou  que  exijam  mastigar muito.  Também costuma ser prescrita uso de antibiótico e hábito  de lavagem  nasal n os primeiros dias pós-cirurgia.

A cirurgia de septoplastia e turbinectomia é realizada em hospital, sob anestesia geral e com duração aproximada de 1h 30 min. Antigamente, era muito comum o uso do tampão nasal, que provocava bastante desconforto no pós-operatório. Porém, hoje em dia, com o uso dos endoscópios e câmeras nas cirurgias para melhor visualização das estruturas, este tampão nasal não é mais utilizado de rotina, promovendo um pós-operatório muito mais tranquilo e sem praticamente nenhum tipo de dor.

Preço

Isolada, a cirurgia de turbinectomia costuma custar entre R$ 2.000 a 5.000. O procedimento de septoplastia , por sua vez, varia entre R$ 2.000 a 4.500 reais. O SUS (Sistema Único de Saúde) realiza gratuitamente ambos. Há poucas informações quanto ao custo, na rede particular, dos dois procedimentos associados, uma vez que dependente bastante do profissional que a realizará.